Mapping de cílios: uma etapa fundamental para o alongamento perfeito

Mapping de cílios: uma etapa fundamental para o alongamento perfeito

O mapping de cílios funciona como se fosse um mapa dos olhos da cliente, que a designer usa para descobrir qual alongamento é melhor para cada formato de olho. Em outras palavras, o mapping é um guia que ajuda e facilita o trabalho da profissional designer, além de ajudar na hora de escolher a quantidade de fios aplicados em cada fio natural. Se você está curiosa para saber mais sobre o mapping de cílios, continue a leitura, e descubra a sua importância!

Para que serve o mapping de cílios?

Como dissemos no começo do artigo, o mapping de cílios funciona como um mapa dos olhos, onde a designer consegue se localizar melhor e descobrir qual técnica é a mais adequada para cada olho. Ou seja, o mapping de cílios é um estudo dos olhos de cada cliente, antes de ser feito o alongamento de cílios. 

Se você é designer e já trabalha com o mapping, deve ter percebido que existem vários estilos, e você mesma pode criar os seus! Não existe um padrão no mapeamento, todavia, existem alguns formatos e estilos bem conhecidos e usados nos salões, são eles:

  • boneca: segue um estilo mais arredondado e curvado no formato dos cílios, deixando os olhos bem destacados e abertos;
  • gatinho: esse formato deixa os olhos levemente puxados;
  • esquilo: esse estilo é uma mistura entre o gatinho e a boneca.

Como fazer mapping de cílios

Primeiramente, é preciso entender a base do que é o mapping, assim quando você dominar o básico da técnica, você poderá criar seu próprio mapping. De acordo com especialistas na técnica, existem duas etapas importantes: a divisão e a especificação do tempo. Mas o que isso significa? Explicamos a seguir, confira:

Divisão:

Essa é a parte onde a designer de cílios entende qual a quantidade e onde ela vai aplicar cada tipo de cílios artificiais. Você pode começar da seguinte forma:

  • Com o adesivo pad patch marque no início (canto interno) e o fim (externo), do alongamento, sempre conforme o olho da cliente;
  • Agora que você delimitou um espaço, divida-o ao meio com um traço, e por último, divida cada metade ao meio. Dessa forma, você terá os quatro quadrantes para trabalhar (elas são a base, porém, não se apegue apenas a elas); 
  • Se você preferir, divida ainda mais áreas para facilitar o trabalho, pois, quanto mais números de cílios (começando sempre pelo menor possível), mais bonito o alongamento fica;

Especificação do tempo:

Se você não se atentar, pode ficar horas trabalhando apenas em um olho, portanto, controle o seu tempo e faça um excelente trabalho. Comece anotando quantos minutos você demora em cada quadrante no mapping de cílios, uma recomendação é de 15 minutos para cada extremo e 10 minutos para cada quadrante do meio.

A região central costuma ser mais fácil de demarcar, portanto, seguindo a recomendação a média seria de 50 minutos em cada olho. Esse seria o tempo médio de um trabalho bem feito e sem correria. Agora, se você está começando, é natural demorar mais tempo, portanto, faça no seu tempo.

A especificação ajuda você a controlar seu tempo sem perder a qualidade no serviço, por isso coloque o máximo de cílios que conseguir para pegar prática. Outra dica é na hora de passar o tempo de procedimento para a cliente, passar um tempo a mais, por exemplo, se você julga que termina em 1 hora, diga que demorará 2 horas.

Dessa forma, se você está iniciando, poderá fazer com mais calma sem perder a excelência do seu trabalho.

Referências:

https://blog.eduk.com.br/post/mapping-de-cilios/

https://www.sonoticias.com.br/socialnews/extensao-de-cilios-veja-qual-tecnica-e-mais-indicada-para-cada-formato-de-olho/

 

Deixe um comentario

Observe que os comentários devem ser aprovados antes de serem publicados

✔️ Produto adicionado com sucesso.