Empreendedorismo feminino em destaque: veja histórias inspiradoras

Empreendedorismo feminino em destaque: veja histórias inspiradoras

Você é uma mulher empreendedora ou conhece e apoia o empreendedorismo feminino? Saiba que no Brasil só cresce o número de mulheres com seu próprio negócio, e hoje iremos falar sobre histórias de sucesso! 

Trouxemos algumas histórias inspiradoras de mulheres empreendedoras para inspirar você em sua jornada. E aqui você entra materiais para organização, informação e uma rede de apoio.

Então se você é ou pensa em ser dona do seu próprio negócio, nosso artigo de hoje será inspirador! Continue a leitura.

Empreendedorismo feminino: o que leva tantas mulheres a seguir este caminho

O Brasil é um dos países onde cada vez mais o empreendedorismo feminino ganha espaço, gerando independência financeira, empregos e renda. Para muitas mulheres seguir esse caminho não é uma escolha, mas sim necessidade. Por exemplo, depois que a maternidade chega, fica difícil conquistar um emprego fixo em período integral e por isso, é preciso se reinventar.

A pesquisa realizada em 2019 pelo Instituto Rede Mulher Empreendedora, mostrou que mais da metade das empreendedoras brasileiras têm ao menos um filho. E, conforme o Sebrae, geralmente, ter o próprio negócio é justamente uma necessidade.

A princípio quando falamos de empreendedorismo, não existe um equilíbrio e você vai entender porque ao longo do texto. O machismo está presente no mundo dos negócios, e afeta de várias formas as mulheres que querem empreender. De acordo com uma pesquisa do Sebrae de 2019, 67% dos empreendedores são homens, enquanto apenas 33% são mulheres.

Em outras palavras, a proporção é de 2 para 1, o número de homens donos do próprio negócio, supera drasticamente as mulheres. Os principais desafios do empreendedorismo feminino são as jornadas múltiplas de trabalho, onde principalmente as mães gastam mais horas entre o trabalho e as obrigações da maternidade.

Nesse sentido você pensa: ''Ah! Mas onde está os pais que não ajudam essas mães?'', Muitas são mães solteiras, e, seus filhos dependem exclusivamente delas. Isso afeta totalmente a vida destas mulheres, e parte delas ou desiste no meio do caminho de seus negócios, ou acaba voltando a ser funcionária.

Machismo estrutural presente no empreendedorismo feminino

Infelizmente, o machismo está presente além do próprio ambiente de trabalho, ele está presente, por exemplo, na hora de conseguir um financiamento para um novo negócio. As mulheres têm mais dificuldades, isso porque, o banco analisa o histórico financeiro antes de qualquer financiamento, e quando se trata de mulher, existe mais rigor.

A instituição financeira investiga qual a situação de vida de seu cliente antes de qualquer empréstimo, para saber se vale a pena. E tratando-se de mulheres, o pensamento dos bancos para a avaliação é mais criteriosa e rigorosa, principalmente se forem solteiras e mães.

Em outras palavras, há quem diga que dificultem o financiamento principalmente das mães. Isso porque o peso da maternidade pode levá-las a se descuidar do negócio, aumentando o risco de inadimplência segundo instituições. 

Histórias inspiradoras de empreendedorismo feminino

Nós separamos histórias de algumas mulheres que superaram os desafios e que hoje fazem sucesso com seu próprio negócio.

Depyl Action

A primeira história é de Glaci e Danyelle Van Straten, da Depyl Action. Danyelle Van Straten é a responsável pela marca da Depyl Action, franquia especializada em depilação e cuidados com a pele. Em 2019 a franquia faturou cerca de R$ 122 milhões, com mais de 110 unidades no Brasil e duas na Venezuela.

A marca nasceu em 1980, quando a mãe de Danyelle, Glaci Van Straten, criou um tipo de cera depilatória. A cera juntamente a uma técnica também criada por Glaci, tornava a retirada dos pêlos mais confortáveis, ao passo que Danyelle viajava pelo Brasil vendendo a cera.

Nesse meio tempo onde o espaço de depilação era os fundos de um salão, mãe e filha pensaram em oferecer um serviço exclusivo: a Depyl Action. O espaço começou a oferecer outros tipos de serviços como design de sobrancelhas, coloração e alongamento de cílios, depilação à laser, luz pulsada, aparo de pelos e coloração de barba.

Thaís Giraldelli

A próxima história é e Thaís Giraldelli, que mudou de carreira e se tornou influencer, palestrante, professora e empresária. Thaís se formou e trabalhou por 5 anos na área jurídica, mas resolveu largar tudo e trabalhar com o que acreditava: realizar sonhos revelando e ressaltando a beleza de muitas mulheres.

Então Thais fez um curso de maquiagem e começou a trabalhar na área, em salões, em 2014, e 1 ano depois sua vida começou a mudar. No ano seguinte, Thais abriu seu primeiro negócio em São Paulo, a Lash House, um espaço voltado para o lash designer, onde é considerada uma das profissionais mais rápidas e experientes em extensão de cílios.

Entre as principais técnicas realizadas no espaço estão a Gel lys (exclusiva do salão), fio a fio e volume russo. Thaís Giraldelli investiu no empreendedorismo feminino, e obteve formação internacional, adquirindo conhecimentos práticos e teóricos sobre:

  • saúde ocular;
  • gestão financeira e administrativa;
  • visagismo;
  • mapping;
  • otimização de tempo;
  • química de produtos;
  • consultora de beleza;
  • micropigmentação labial e micropigmentação de sobrancelhas.

Dicas, organização e ferramentas para empreender

Primeiramente, tenha autoconfiança! Acredite que você consegue criar e aprender novas coisas, e além disso não tenha medo de errar, eles virão mais cedo ou mais tarde em sua trajetória. E lembre-se também de conseguir uma rede de apoio, faça networking. 

Você pode procurar organizações de incentivo ao empreendedorismo feminino nas redes sociais, eventos, entre outros. Outra dica importante, é se organizar e se atualizar. Sempre atualize seus conhecimentos, esteja em constante evolução, assista webinars, aulas online, cursos de atualização, entre outros.

Se atualize!

O mercado está em constante mudança. Por isso, se e quando puder, faça atividades de aperfeiçoamento de forma presencial. Participar de mentorias, eventos presenciais, podem te ajudar com relacionamento e isso vai ajudar muito a te desenvolver para o mercado e trocar experiências.

Agora, se você é uma empreendedora mãe, provavelmente enfrenta múltiplas jornadas além do trabalho, portanto, o ideal é se organizar. Converse com seu companheiro (a), ou familiares e pense em um modo de dividir as tarefas de casa, dessa forma todos se ajudam.

Por último, não tenha medo de inovar, reveja seu modelo de negócios e a forma de organizar e executar. É comum, empreendedores (as) terem medo de mudar, mas não cometa esse erro.

Nós da João da Beleza temos os melhores produtos para você começar um novo negócio de alongamento de cílios e outros procedimentos que embelezam os olhos. Nossos produtos são da mais alta qualidade e aprovados pela Anvisa, portanto, transforme o seu e outros olhares sem medo!

O alongamento de cílios além de proporcionar praticidade também eleva a auto estima e a confiança das mulheres, principalmente daquelas com poucos cílios ou com muitas falhas. Nós oferecemos os melhores produtos para as mais diversas técnicas de alongamento, além disso, trabalhamos com os melhores preços do mercado! Se você está começando agora, conheça nosso Kit iniciante!

empreendedorismo feminino

Ferramentas e organizações úteis de empreendedorismo feminino

1- Google Primer

App do Google que contém aulas sobre empreendedorismo feminino, com aulas interativas e desenvolvidas para quem tem poucas horas para estudar;

2- Empreendedorismo Rosa

Organização de apoio ao empreendedorismo feminino, onde surgiu como um blog e atualmente é uma empresa que oferece serviços de desenvolvimento profissional para mulheres. Dentre os cursos disponíveis estão de liderança, palestras, grupos de leitura e mentoria;

3- Consulado da Mulher

É uma organização voltada em oferecer assessoria para “nano” empreendedoras, ou seja, mulheres em que na maioria das vezes não terminaram os estudos e moram em locais socialmente vulneráveis. A organização oferece oficinas, treinamentos e investimentos para os negócios femininos;

Rede Mulher Empreendedora

Essa é a maior plataforma de apoio ao empreendedorismo feminino, onde o grupo da RME no Facebook possui mais de 57 mil mulheres trocando dicas e experiências. Além disso, a rede tem 100 embaixadoras e 50 influenciadoras, realizando ações e parcerias de divulgação, cursos de capacitação, consultorias e programas de aceleração.

Fontes: 

Kondzilla

Jornalcontabil

Jornaltribuna

Deixe um comentario

Observe que os comentários devem ser aprovados antes de serem publicados

✔️ Produto adicionado com sucesso.